Acreditamos no poder do Encontro.

Encontro real entre grandes e pequenos!

Iniciativa voltada a primeiríssima infância.

 

O Descobrir Brincando nasceu de uma experiência pessoal de Ana Maria Bastos, que pode viver a maternidade em dois países muito diferentes: a Suíça e a África do Sul. Diante de tantas diferenças sociais e culturais, ela percebeu a importância que tem o início da vida de uma criança, e que tem o poder de determinar tanto o presente quanto o futuro da humanidade.

O Descobrir Brincando quer ajudar nos encontros que acontecem entre adulto e bebê.

Por meio de um ambiente seguro, desafiador e acolhedor, o adulto tem a chance de desenvolver a criança em sua total capacidade.

Em uma fase no qual o cérebro das crianças está sendo moldado, um ambiente favorável e o papel de um adulto atento, que atenda tanto as necessidades físicas quanto as afetivas das crianças, se torna muito importante para a construção de uma sociedade mais justa e saudável.

 

Visão

Contribuir efetivamente para a promoção do desenvolvimento global das crianças de 0 a 3 anos junto a creches, comunidades, ONGs, Secretarias e outras instituições.

Valores (No que acreditamos!)

Na Criança capaz, curiosa e ativa;

Na importância da convivência positiva e na construção de vínculos entre adulto e bebê para seu desenvolvimento integral;

Participação ativa da criança durante a rotina de cuidados corporais como por exemplo, na troca de fraldas, banho, alimentação e etc.;

Importância da liberdade de movimentos corporais, na qual a criança possa testar posturas e equilíbrio no seu próprio tempo;

No papel do adulto de colocar limites com respeito, consistência e clareza.

Missão

Instrumentalizar os adultos cuidadores e ajudar na construção de uma relação respeitosa entre adultos e crianças, por meio de um olhar sensível e atento.

Nossos conceitos:

1º: LIBERDADE de expressão / motricidade livre;

2º: ORGANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS a partir do ponto de vista da criança;

3º: Desenvolvimento olhado a partir das POTENCIALIDADES DAS CRIANÇAS, do que elas são capazes de fazer, com respeito ao ritmo individual de cada uma;

4º: Acompanhamento/monitoramento do desenvolvimento infantil pelo OLHAR DE ESPECIALISTAS;

5º: RESPEITO às particularidades de cada família e suas necessidades.

Leia nossos textos completos:

“Reflexões sobre os momentos de trocas de fraldas e, especialmente, de afeto”, clicando aqui e

“Deixem o bebê em paz: reflexões sobre o fascinante mundo dos bebês”, clicando aqui.

“Mamãe sempre volta e você pode guardá-la com você”: reflexões sobre as primeiras separações, clicando aqui.